Os Cinco Pontos do Calvinismo – M. J. Slick

Fonte: http://calvinistcorner.com/cinco-pontos-do-calvinismo.htm

Os Cinco Pontos do Calvinismo

Há dois campos principais de teologia dentro do Cristianismo na América hoje: Arminianismo e Calvinismo. Calvinismo é um sistema de interpretação bíblica ensinada por Jõao Calvino. Calvino viveu na França século XVI durante o tempo de Martinho Lutero que deu início à Reformação.

O sistema do Calvinismo adere a uma visão muito alta das escrituras e busca derivar as suas formulações teológicas baseadas unicamente na palavra de Deus. Foca na soberania de Deus, pronunciando que Deus é capaz e que quer por meio da virtude de Sua onisciência, onipresença e onipotência, fazer o que Ele desejar com Sua criação. Também mantém que dentro da Bíblia estão estes ensinamentos: Que Deus, através de Sua soberana graça predestina pessoas para a salvação; que Jesus somente morreu pelos predestinados; que Deus regenera o indivíduo a onde ele [o indivíduo] então pode e quer escolher a Deus; e que é impossível para aqueles que são redimidos perderem sua salvação.

Aminianismo, por outro lado, mantém que Deus predestinou, mas não em um sentido absoluto. Ao invés, Ele olhou para o futuro para ver quem o escolheria e então Ele o escolheu. Jesus morreu pelo pecado de todas as pessoas que já viveu e vão viver, não só dos Cristãos. Cada pessoa é quem decide se quer ser salva ou não. E finalmente, é possível perder a sua salvação (alguns arminianos acreditam que você não pode perder sua salvação).

Basicamente, Calvinismo é conhecido pelo acrônimo: T.U.L.I.P.

  • Total Depravity = Depravação Total (ou Inabilidade Total e Pecado Original)
  • Unconditional Election = Eleição Incondicional
  • Limited Atonement  = Expiação Limitada (ou Expiação Particular)
  • Irresistible Grace  = Graça Irresistível
  • Perseverance of the Saints  = Perseverança dos Santos (ou Uma Vez Salvo, Salvo Sara Sempre)

Essas cinco categorias não compõe o Calvinismo na totalidade. Elas simplesmente representam alguns de seus pontos principais.

Depravação Total:

O pecado tem afetado todas as partes do homem. O coração, emoções, o querer, mente e corpo são todas afetadas pelo pecado. Nós somos completamente pecaminosos. Nós não somos tão pecaminosos como poderíamos ser, mas somos completamente afetados pelo pecado.

A Doutrina da Depravação Total é derivada das escrituras que revelam o caráter do homem: O coração do homem é maldoso (Marcos 7:21-23) e doente (Jer 17:9). O homem é escravo do pecado (Rom 6:20). Ele não busca a Deus (Rom 3:10-12). Ele não consegue entender as coisas espirituais (1 Cor 2:14). Ele tem inimizade com Deus (Ef 2:15). E, é por natureza filho da ira (Ef 2:3). Os Calvinistas perguntam, “Na luz das escrituras que declaram a verdadeira natureza do homem como sendo completamente perdido e incapaz, como é possível para qualquer um escolher ou desejar Deus?” A resposta é, “Ele [indivíduo] não pode. Portanto, Deus deve predestinar.”

Calvinismo também mantém que por causa da nossa natureza caída, nós nascemos de novo não por nossa vontade própria, mas pela vontade de Deus (João 1:12-13); Deus concede que acreditamos  (Filip 1:29); fé é obra de Deus (João 6:28-29); Deus aponta pessoas para crerem (Atos 13:48); e Deus predestina (Ef 1:1-11; Rom 8:29; 9:9-23).

Eleição Incondicional:

Deus não baseia Sua eleição em nada que vê no indivíduo. Ele escolhe o eleito de acordo com o beneplácito de sua vontade (Ef 1:2-8; Rom 9:11) sem qualquer consideração de mérito dentro do indivíduo. Nem tampouco Deus olha para o futuro para ver quem o escolheria. Também, como alguns são eleitos para a salvação, outros não são (Rom 9:15, 21).

Expiação Limitada:

Jesus só morreu pelos eleitos. Embora o sacrifício de Jesus fosse suficiente para todos, não foi eficaz para todos. Jesus só carregou os pecados dos eleitos. Suporte para essa posição é baseada em passagens como Mateus 26:28 em que Jesus morreu para ‘muitos’; João 10:11, 15 que diz que Jesus morreu para as ovelhas (não para os bodes, Mateus 25:32-33); João 17:9 em que Jesus em oração intercedeu por àqueles que foram dados a Ele, não todas as pessoas; e Isaías 53:12 que é uma profecia da crucificação de Jesus em que Ele carregaria os pecados de muitos (não de todos).

Graça Irresistível:

Quando Deus chama os Seus eleitos para a salvação, eles não podem resistir. Deus oferece a todas as pessoas a mensagem do evangelho. Isto é conhecido como o chamado externo. Mas para o eleito, Deus estende o chamado interno e tal chamado não pode ser resistido. Esse chamado é pelo Espírito Santo quem trabalha nos corações e mentes dos eleitos para levá-los ao arrependimento e regeneração pelo qual eles vêm voluntariamente e livremente a Deus. Alguns dos versículos usados em suporte deste ensinamento são Rom 9:16 que diz “Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece”; Em Filipenses 2:12-13 Deus é tido como sendo aquele que trabalha para a salvação no indivíduo; Em João 6:28-29 a fé é declarada como sendo obra de Deus; Em Atos 13:48 Deus aponta pessoas para crerem; e em João 1:12-13 o nascer de novo não é pela vontade do homem, mas de Deus.

Perseverança dos Santos:

Você não pode perder a sua salvação. Porque o Pai elegeu, o Filho redimiu e o Espírito Santo aplicou a salvação, assim os salvos estão eternamente seguros. Eles estão eternamente seguros em Cristo. Alguns dos versículos para esta posição são João 10:27-28 em que Jesus disse que Suas ovelhas nunca perecerão; Em João 6:47 a salvação é descrevida como vida eterna; Romanos 8:1 diz que nós passamos do julgamento; Em 1 Coríntios 10:13 Deus promete que nunca nos deixará ser tentados além do que podemos resistir; e Filipenses 1:6 diz que Deus é o único ser fiel para nos aperfeiçoar até o dia da volta de Jesus.

Tradução: Nathan Cazé em 12/11/2011. Contato: nhac27@hotmail.com

Artigo Original: http://calvinistcorner.com/tulip.htm

Autor: Matthew J. Slick, B.A., M. Div.

Anúncios

2 Respostas

  1. Eu posso usar o material dessa postagem para fazer um vídeo sobre os 5 pontos do calvinismo? Sou do blog rodrigoarthur.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: